11 Nov - 14 Dez2002
Ivens Machado
Ivens Machado

“Gêneses. Destroços encenam corpos rudes, agrupando eventos. Persigo estas composições, espantalhos tranquilizadores, mundos que não sabem o silêncio. Gritam.

Seres ásperos tramam e transmutam-se, pedindo abrigo. Representam gestos insensatos.

Guardiães. Imagens protetoras e protegidas, filhos possíveis. Fragmentos. Habitam e nascem em mim. Alegres.” – Ivens Machado