08 Out - 09 Nov2001
Sob o Signo de Ciclope

A figura mitológica do gigante de um olho só opera como metáfora do próprio fotógrafo, que utiliza a fotografia como suporte para o registro de um processo de reflexão sobre o caráter de impermanência das coisas frente ao inexorável, registrando e recriando o mundo que o cerca de forma unilocular.

Sob o signo de Cíclope se configura como um Work in Progress, que foi mostrado em seis ampliações de grande formato, em preto e branco.