15 Jan - 16 Fev2013
Paulinho Moska
Zoombido

“Quando me posiciono atrás de um tijolo de vidro para fotografar os compositores convidados da série Zoombido (que apresento desde 2006 no Canal Brasil) procuro uma certa desumanização nos retratos. Busco (mas nem sempre tenho a sensação de conseguir) capturar um instante onde o comportamento se transforme em pulsão. E uma imagem pulsional é uma imagem propriamente violenta. A deformação e os traços às vezes desfigurados parecem libertar uma qualidade diferente de afeto e atingir talvez um campo transcedental, como se a foto de um compositor cantando pudesse conter seus vários “eus” de outras dimensões que se manifestassem ao mesmo tempo nesse artista enquanto ele canta sua poesia. Ou ainda que essas imagens desejassem ser também um retrato da própria força que os força a cantar. De qualquer maneira é, sem nenhum conceito que a explique, mais uma prática deliciosa e divertida tentando tornar visível o invisível.” 

Paulinho Moska