top of page

Distante Divino

13.09 - 21.10.2022


Simba nasceu no morro do Tuiuti, no bairro de São Cristóvão. Começou a estudar arte em 2014, no curso ministrado pela atriz Vilma Melo, na Fundação Calouste Gulbenkian. A partir de 2019, foi

bolsista e monitor no curso de extensão “Pintura além da tela”, do professor Bernardo Magina, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage.

"Na arte e nas minhas pesquisas sobre religiosidade popular, tenho forte influência do meu avô, da minha mãe, minha avó e tias. A vivência com meus familiares e os territórios que estive me levaram à criação de crônicas sobre a vida no Rio e os sentimentos que esse cenário misturado entre o morro e o asfalto, o sagrado e o profano nos trazem como trajetos para a mente. Minha pesquisa fala de tudo que atravessa os céus e os infernos da nossa existência, todos os santos, orixás e personagens que nos guiam por crônicas sobre o estar vivo enquanto corpo negro que caminha pelos subúrbios, favelas e espaços dessa cidade. Ouvindo sempre os mais velhos para criar histórias futuras, tenho como referência os poetas Jorge Ben, Aldir Blanc e pintores como Heitor dos Prazeres, Abdias do Nascimento, Djanira da Motta, Rona Neves e Raphael Cruz. Na minha pintura, tento trazer em questões técnicas a junção do popular e do contemporâneo para as crônicas e narrativas de cada tela." - Simba.


Comments


bottom of page