Walmor Capa.jpeg

Walmor Corrêa

​"O artista nos propõe questionamentos sobre a natureza, a evolução e a ciência. Ele utiliza o desenho e a pintura como principais meios."

O trabalho de Walmor Corrêa (Florianópolis, Santa Catarina, 1961) é norteado pela interação entre arte e ciência. Personagens mitológicos e do folclore brasileiro, que povoam o imaginário do Brasil há mais de 500 anos, permeiam o trabalho do artista. Walmor muitas vezes conversa com médicos e cientistas a fim de discutir uma estrutura corporal plausível para seres híbridos e fantásticos. 

O artista nos propõe questionamentos sobre a natureza, a evolução e a ciência. Ele utiliza o desenho e a pintura como principais meios. 

 

Entre as principais exposições individuais destacam-se: "Walmor Corrêa e Sporophila Beltoni", Instituto Ling, Porto Alegre, Brasil (2018); "Achillina Giuseppina Maria – Bo Achillina – Achillina Giuseppina – Achillina BoBardi – Lina Bo Bardi – Lina Bo Plano Expandido", SESC Pompeia, São Paulo/SP (2016); "Metamorfoses e Heterogonia – Projeto Parede", Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo/SP (2015).