top of page
José-Damasceno.png

José Damasceno

"Por meio do deslocamento, repetição, acumulação e subtração, ele habilmente reúne as noções de Surrealismo, Arte povera e Minimalismo, abordando em suas obras impermanência, representação, escala, espaço e movimento."

José Damasceno (Rio de Janeiro, Brasil, 1968) cursou 

Arquitetura na Faculdade Santa Úrsula e aulas na EAV (Escola de Artes Visuais do Parque Lage). Na década de 90, Damasceno iniciou sua carreira artística e, ao longo dos anos, desenvolveu um conjunto de obras heterogêneas.

 

Por meio do deslocamento, repetição, acumulação e subtração, habilmente reúne as noções de Surrealismo, Arte povera e Minimalismo, abordando em suas obras impermanência, representação, escala, espaço e movimento.

Realizou mostras individuais no Santander Cultural, Porto Alegre, RS (2015); Holborn Library, Londres, Reino Unido; Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, RJ (2014); Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, Madri, Espanha (2008), entre outros. 

 

Representou o Brasil com Viagem à Lua na Bienal de Veneza em 2007; participou da Bienal de Sydney, Sydney, Austrália (2006); L’Esperienza dell’Arte na Bienal de Veneza, Itália (2005); Bienal do Mercosul, Porto Alegre, RS (2003); e 25ª Bienal de São Paulo, SP (2002), além de exposições coletivas no Phoenix Art Museum, Arizona, EUA (2017); no Museum of Fine Arts, Boston, EUA (2014); Centre Pompidou, Paris, França (2008), entre outras.

A obra do artista integra acervos permanentes ao redor do mundo, como Cisneros Fontanals Art Foundation, Miami, EUA; Daros Latinoamerica AG, Zurique, Suíça; Inhotim Centro de Arte Contemporânea, Brumadinho, MG; Museu de Arte Moderna de São Paulo, SP; Museu d’Art Contemporani de Barcelona, Barcelona, Espanha; e Museum of Modern Art, Nova York, EUA. 

bottom of page